Um início de carreira marcado pelo prazer de analisar números e dados

Haroldo Jacobovicz
3 min readApr 25, 2024

Há mais de três décadas na área do empreendedorismo, esses dias me peguei pensando sobre como vim parar no mundo dos negócios. De formação, sou Engenheiro Civil, mas lembro bem que ainda quando frequentava as aulas da Universidade Federal do Paraná já sentia a veia empreendedora pulsar forte. E tenho certeza de que a própria faculdade me ajudou a entender minha verdadeira vocação!

Aos vinte e poucos anos, nem sempre a gente sabe exatamente o que quer, mas a vida, felizmente, vai nos dando algumas pistas de como avançar no nosso caminho. Na grade de aulas que frequentei no ensino superior, as que envolviam probabilidade e estatística sempre foram as minhas preferidas — de longe, eram as áreas de conhecimento que mais despertavam meu interesse. O que, olhando hoje, já sinalizava uma afinidade com mundo corporativo, atrelado a números e resultados.

Claro que uma escolha importante de vida não vem de um fato isolado, mas, de um conjunto de preferências, oportunidades e, claro, também de necessidades e expectativas em relação ao futuro. Confesso que saber analisar números — uma competência essencial para calcular riscos e investimentos dentro do mundo dos negócios — sempre chamou muito a minha atenção. E na faculdade isso ficou evidente.

Não é de hoje que sabemos que informação é poder. A captação de dados e a sua análise correta é fundamental na hora de fazer escolhas e na tomada de decisões dentro de uma empresa. E diante de tantos desafios econômicos e sociais, as empresas em geral não podem se dar ao luxo de dar um “tiro no escuro”.

Dentre os muitos ingredientes que contribuem para o sucesso de um empreendedor, saber o mais precisamente possível o terreno onde está pisando é componente crucial. Isso é algo que não pode faltar, não é item opcional! E, para isso é preciso coletar e analisar, de forma contínua e eficaz, dados, indicadores e informações!

Sendo assim, posso concluir que foi na faculdade, cursando Engenharia Civil, aos vinte e poucos anos, que nasceu — ou que despertou de vez — o Haroldo empreendedor. Um jovem que, dentro das salas de aula da UFPR, era fascinado pela análise, estatística, lógica dos números e, mais do que isso, por aprender a compreendê-los para aplicar na prática. Um jovem que entendeu e investiu energia, tempo e dedicação a essa área de conhecimento aliada à vontade de construir negócios do zero para alcançar bons frutos. E, de fato, os resultados vieram!

Agora, aos meus sessenta e poucos anos, posso me orgulhar, sem falsa modéstia, de uma carreira empreendedora de sucesso especialmente no ramo da tecnologia. No setor, meu empreendimento mais recente é a Arlequim Technologies, que atua na área de virtualização de computadores, empresa do qual sou cofundador e presidente do Conselho de Administração.

O Computador Virtual Arlequim entrou no mercado como uma novidade disruptiva, capaz mudar a forma de usar computadores. E chegar até aqui só foi possível com muita análise e interpretação de números e dados, que possibilitou a mim, e a toda a equipe envolvida no projeto, as condições de entender as reais necessidades de mercado e o quanto esse modelo de negócios, de fato, poderia dar certo.

Desde a fundação da Arlequim, lá em 2021, até agora, já evoluímos muito como empresa, mas, sempre respaldados pela análise de dados e informações que temos à disposição para a tomada de decisões. É assim que vamos pensando e investindo na construção de soluções de mercado cada vez mais relevantes e eficientes — e, por consequência, trilhando um caminho de evolução constante!

--

--

Haroldo Jacobovicz

Engenheiro Civil, Empresário e Investidor Brasileiro. Fundador da Arlequim Technologies S/A | Curitiba, Paraná Brasil | http://haroldojacobovicz.com.br/