Você já ouviu falar em metodologias ágeis como forma de gestão?

Haroldo Jacobovicz
3 min readFeb 29, 2024

--

Quem me acompanha por aqui sabe que falo muito sobre tecnologia e suas aplicações no dia a dia das empresas. O tema de hoje é uma prática adotada na empresa que fundei e da qual sou presidente do Conselho de Administração, a Arlequim Technologies. Trata-se de uma forma de trabalho e de gestão bastante disseminada no meio corporativo atualmente: a chamada metodologia ágil! Você já ouviu falar?

De forma resumida, podemos dizer que as metodologias ágeis reúnem ferramentas de gestão para otimizar resultados a partir da organização em projetos e times multidisciplinares com a definição de papéis claros. Diferente dos modelos tradicionais que priorizam planejamento rígido, a gestão ágil propõe maior flexibilidade e adaptabilidade, por meio de ciclos e etapas de desenvolvimento mais curtos com visão ampla do projeto por todos os integrantes envolvidos na inciativa.

O objetivo é visualizar e acompanhar todas as etapas de entrega, facilitando a realização de ajustes ao longo do desenvolvimento. Com isso, é mais fácil identificar e corrigir falhas rapidamente para ter melhores resultados no produto ou meta final. A ideia, dentro desse conceito de gestão, é promover a melhoria contínua dos processos e o alinhamento da equipe, considerando necessidades, mudanças e desafios de mercado.

Dentre as principais características das metodologias ágeis, estão:

  • Ciclos interativos mais curtos e incrementais — permitem que as partes funcionais do projeto sejam entregues em intervalos menores de tempo e possam se ajustar às necessidades que venham a surgir até a entrega do produto;
  • Colaboração e comunicação entre as equipes — ao trabalhar de forma interdisciplinar, promovendo a troca constante de ideias, conhecimentos e experiências, o projeto ganha agilidade e eficiência;
  • Organização, autonomia e empoderamento das equipes — definição rápida dos melhores caminhos durante todo o processo permite maior velocidade na tomada de decisão.

Já, dentre os benefícios da utilização das metodologias ágeis, estão:

  • O maior engajamento da equipe;
  • A maior produtividade;
  • A redução de falhas e problemas;
  • A maior qualidade do produto; e
  • A maior satisfação do cliente.

Confira algumas metodologias ágeis:

Scrum

Essa é uma das metodologias ágeis mais usadas, principalmente na área da tecnologia. Sua abordagem é, basicamente, iterativa e incremental, visto que trabalha com a criação de ciclos e etapas para o desenvolvimento do projeto. Ou seja, os processos são divididos em períodos determinados, chamados de sprints — e cada etapa (sprint) passa por um processo de revisão e validação antes de começar a próxima.

Lean

A expressão “lean”, do inglês, pode ser traduzida para o português como “enxuto”, o que diz muito sobre o seu conceito. Essa metodologia tem como foco principal a otimização, por meio da identificação e eliminação de desperdícios dentro dos processos de um projeto. Aqui, alimenta-se a cultura de melhoria contínua, na qual toda a equipe é incentivada a contribuir para a identificação e a solução de problemas.

Kanban

De origem japonesa, o termo “Kanban” pode ser traduzido como “cartão” ou “sinalização” e, dentro das metodologias ágeis, refere-se à visualização do trabalho como forma de acompanhar o seu andamento. Isso é feito por meio de uma espécie de checklist, onde se usa um quadro (físico ou virtual), dividido em três colunas, que indicam:

  • As atividades e tarefas a serem feitas;
  • As que já estão em andamento; e
  • As que já foram finalizadas e validadas.

Smart

Essa é uma metodologia ágil que ajuda a empresa a criar produtos ou metas realistas e possíveis de serem atingidos. Ela se baseia em cinco princípios, ilustrados pelas letras que compõem o seu nome:

  • S de Specific — indicando que o produto ou meta precisa ser claro e específico;
  • M de Measurable — indicando que o produto ou meta precisa ser mensurável;
  • A de Attainable — indicando que o produto ou meta precisa ser alcançável;
  • R de Relevant — indicando que o produto ou meta precisa ser relevante no resultado final; e
  • T de Time-related — indicando que o produto ou meta precisa ter um prazo limite para ser entregue.

Esses são alguns dos tipos mais conhecidos de metodologias ágeis usadas pelas companhias em seus processos de gestão. É possível encontrar vários outros, com diferentes abordagens, especificações e características, conforme as demandas que estiverem em foco!

--

--

Haroldo Jacobovicz

Engenheiro Civil, Empresário e Investidor Brasileiro. Fundador da Arlequim Technologies S/A | Curitiba, Paraná Brasil | http://haroldojacobovicz.com.br/